Skip links

Messenger Kids: versão infantil do aplicativo pode ser controlada pelos pais

Cada vez mais as crianças estão conectadas ao mundo virtual. Elas já nascem sabendo usar smartphones, tablets, computadores, e é difícil evitar o acesso à internet. O Messenger Kids surge como uma alternativa para que os pequenos se conectem sob a supervisão dos pais ou responsáveis.

O Facebook pretende com isso evitar perfis de crianças menores de 13 anos. Muitos mentem a idade para criarem as contas. Na maioria das vezes, isso é feito sem a autorização dos pais.

Como vai funcionar o Facebook Messenger Kids?

Ainda não é possível menores de 13 anos criarem contas no Facebook. Pais ou responsáveis precisam se conectar ao aplicativo e configurar o perfil para que a criança use o Messenger Kids.

Dessa forma, a criança só poderá entrar em contato com pessoas que também estão adicionadas ao perfil do adulto e permitidas por ele.

Na prática, a mãe ou pai que consentir que o filho use o aplicativo, decidirá ou não com que ele vai conversar – mesmo que a pessoa esteja na lista de amigos.

Os pais podem ver todas as conversas e ter o controle total dos assuntos que as crianças tratam com amigos ou familiares.

Controle e segurança

Não é de hoje, que sabemos que as crianças adoram conversar entre si sobre brincadeiras, jogos, filmes, etc. Dessa forma, elas podem fazer isso em um ambiente seguro e controlado por seus pais.

Segundo o Facebook, diversas famílias e especialistas em comportamento infantil foram entrevistados para chegarem a conclusão se o aplicativo era viável ou não. O Messenger Kids também foi criado de acordo com as leis de privacidade e proteção infantil, e será vigiado por organizações. Por enquanto, apenas usuários do iOS podem testar.

Vocês têm filhos? Estão preocupados com esse novo aplicativo ou acham que é totalmente seguro? Comentem qual é a sua opinião sobre essa novidade.

Dia dos Pais movimenta as redes sociais. Veja os assuntos mais falados!

Dia dos Pais movimenta as redes sociais. Veja os assuntos mais falados!

Veja algumas dicas para a sua próxima campanha do Dia dos Pais!

Quer receber mais conteúdos como esse?