Skip links

Feed do Facebook vai mostrar menos posts de empresas: o que fazer?

“Aproximando mais as pessoas”. Assim começa o comunicado oficial emitido pelo Facebook nesta quinta-feira (11). A nota explica o novo posicionamento da rede social mais usada no mundo referente ao feed de notícias: os posts de amigos e familiares ganharão mais importância, enquanto as páginas de marcas, por exemplo, sofrerão ainda mais para ter destaque orgânico nos feeds.

Apesar da constatação, reforçada por Mark Zuckerberg em sua página, as marcas que querem continuar aproveitando o contato direto com o público-alvo na rede social não precisam se desesperar. Ainda haverá espaço para elas no feed do Facebook. Porém, apenas aquelas que souberem criar estratégias conseguirão seus objetivos sem problemas.

Entenda as mudanças  no Feed do Facebook

– Como dito anteriormente, o foco estará nas pessoas. Zuckerberg alega que “recentemente tivemos um retorno de nossa comunidade de que conteúdo público – posts de empresas, marcas e mídia – está consumindo os momentos pessoais que nos levam a nos conectar mais uns com os outros”

– Marcas, empresas, associações, entre outras páginas, perderão ainda mais alcance orgânico, chegando a menos de 1% em vários casos.

– Páginas cujos posts não costumam receber muitas reações ou comentários sentirão uma queda maior em seu alcance

via GIPHY

O que devo fazer na minha página?

– Foco nas pessoas: Como o próprio Facebook diz, o foco é nas pessoas. É nelas que as marcas devem pensar. Você verá mais posts de mais amigos, mas nada impede um amigo de compartilhar um post de marca. É vital buscar conteúdo relevante que seja compartilhado e comentado. Exemplos: conteúdo que cause emoção, lembrança, valor prático, valor social, entre outros que despertem a necessidade de interação nas pessoas.

– Investimento: As empresas devem, cada dia mais, ter a mentalidade de que o dinheiro gasto em publicidade no Facebook é um investimento cada dia mais importante. Mesmo que seja em pequena quantidade, ele deve ser pensado e feito de maneira estratégica. Assim, atingirá seu público.

 – Formatos: Além do conteúdo relevante, o formato também pode possibilitar um alcance maior. Muita gente sabe que os vídeos alcançam mais público no Facebook. Uma nova tendência, porém, são as lives. Elas estarão cada vez mais em destaque, além dos vídeos normais, vídeos de slides, entre outros.

– Grupos: De 2 bilhões de usuários no mundo, “apenas” 100 milhões utilizam grupos. O Facebook quer mudar isso. Sua marca pode criar um grupo e levar público para lá com conteúdo relevante.

– Favoritos. Quem quiser continuar recebendo normalmente os conteúdos de uma página que curte, vai conseguir. O comunicado diz que “Os usuários que desejarem poderão continuar visualizando as postagens de páginas que já seguem com prioridade, desde que alterem suas preferências para selecionar seus favoritos. Desta forma essas páginas passam (ou continuam) a ser exibidas em posições superiores no feed.”

Conclusão

Mais essa queda de alcance das páginas deixa cada vez mais claro que o trabalho em redes sociais necessita de estratégia clara, conteúdo de qualidade, tempo e investimento. Se você ou sua empresa já entendeu isso, o próximo passo é buscar como realizar um trabalho profissional. Confira nosso serviço de redes sociais para empresas ou entre em contato direto pelo telefone 11-2574-3186.

Instagram Stories alcança 200 milhões de pessoas ativas por dia e anuncia novidades

Instagram Stories alcança 200 milhões de pessoas ativas por dia e anuncia novidades

Instagram Stories ganhou 50 milhões de novos usuários em pouco mais de três meses

Quer receber mais conteúdos como esse?